terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Cappuccino


Minha querida amiga Paula pediu para que eu postasse mais receitas com café, começando pelas mais básicas e tradicionais. Tarefa que me pareceu altamente agradável, pois eu amo café e não sou ninguém sem um cappuccino. Enquanto preparava um para o meu sagrado lanche da tarde, pus-me a pensar como é simples, e divino, o cappuccino: um expresso bem forte e doce, um dedinho de leite cremoso (não muito, senão vira latte) e aquela espuma irresistível do leite quente batido.

Pois bem, fazer o cappuccino é extremamente simples, o problema é que você precisa de alguns aparatos indispensáveis, e muitos deles podem custar caríssimo. O primeiro deles é uma máquina de fazer expresso. E se você não tem dinheiro para bancar uma dessas, não se preocupe, porque uma dessas te dá o expresso mais gostoso que você será capaz de fazer em casa.

A minha nem é italiana legítima e funciona que é uma beleza.

O segundo aparato importante é o negocinho de bater o leite até formar aquela espuminha. Pode parecer frescura, mas a espuminha é importante: além de fornecer o visual de um cappuccino profissional, ela mantém a temperatura do café estável para que você possa saborear seu cappuccino bem devagar. Aqui também os preços variam do absurdo, só para profissionais, ao baratinho que dá o mesmo efeito. E, novamente, é uma dessas baratinhas que eu tenho e uso.

Pois bem, agora que você já tem todos os seus aparatos, como fazer um tradicional cappuccino? Bem fácil: faça um café expresso bem forte na sua maquininha italiana (ou não), e enquanto isso esquente um ou dois dedinhos de leite (a proporção correta é 1/3 de leite para uma xícara de expresso, mas use o quanto quiser). Pode esquentar no microondas, mas não deixe ferver. Quando o leite estiver quente, incline a panela e meta o seu "frother" até começar a formar uma espuma na superfície. Sirva o expresso na xícara, adoce e mexa bem para evitar que o açúcar fique todo no fundo da xícara, porque depois de colocar sua espuminha em cima você não vai estragar tudo mexendo o café, não é mesmo? Então, depois, com uma colherzinha, empurre a espuma do leite e deixe cair no café o leite que ainda está líquido. Finalize com a espuma por cima e uma pitadinha de canela para aromatizar tudo. Paulinha, espero que goste ;-)

PS: Este site dá uma dica interessante para quem não tem a maquininha de fazer espuma. Dá mais trabalho, é verdade, e não sei se funciona mesmo, mas pode ser uma saída interessante.

8 comentários:

Fabrícia disse...

Adoro....meu "frother" comprei na Ikea....tb é do baratinho....ahahah mas funciona que é uma maravilha.
Bjcas doces....

Ferc disse...

Oi Ludmila, leio seu blog há tempos sem me prounciar (e adoro!), mas depois desse post preciso comentar rsrs: é que eu já comprei dessa cafeteira italiana duas vezes, e nas duas eu acabei dando a bendita, pois não consegui gostar do gosto do café de jeito nenhum. Agora , lendo teu post, me bateu uma dúvida: tem que usar pó para expresso? Pq eu sempre usei o pó comum, embalado à vacuo, extra-forte, e nunca consegui gostar.
Beijos e parabéns pelo blog!

Carla disse...

Oi Ludmila,
Eu tambem nao vivo sem meu cappuccino, acordo mais cedo so pra ter tempo de saborea-lo antes de ir trabalhar.
Minha panelinha e igual a sua, adoro. E foi tao baratinha. La em casa a gente faz ate cafe turco nela e fica uma delicia.
Um pozinho de chocolate ao inves da canela tambem fica muito gostoso.

Ludmila Carvalho disse...

Oi Ferc, olha só, eu uso o pó para expresso mesmo, mas eu sempre imaginei que o pó normal também ficaria bom. Talvez seja mesmo uma questão de gosto, mas eu sugeriria que você desse uma última chance usando o pó para expresso. Grande beijo!

Ferc disse...

Hum, agora fiquei animadinha pra tentar, pois uma vez provei um café na casa de um amigo, feito numa dessas, e gostei! Depois te conto! Bjos

Anônimo disse...

Ludddd!!!
Ainda não preparei mas sábado quando for a salvador farei sim. Lembrando que tenho aquela máquininha achoqeu vai facilitar,
não é?
Beijos e mando notícias.
;)
Paula

Lílian disse...

Oi Lud, também tenho desta!
Ferc, acho que o segredo é não deixar o fogo ligado assim que trasbordar a última gota de café na parte superior. Senão fica com gosto de queimado e um cheiro estranho. : )

Luiz Teles disse...

Lilian, acho que você matou a charada. Se deixar no fogo por muito tempo, fica com um gosto estranho mesmo...
Ah, outro "segredo" é usar Café Lavazza Golden Arabic. :-)