quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

Alfajores


Vamos fingir por um segundo que o final de ano ainda não passou, e que este post não está totalmente atrasado, ok? Combinado.

Vocês sabem que final de ano é um tempo de muitos rituais, e um deles certamente é o de confeccionar biscoitos para dar de presente aos colegas de trabalho, amigos, familiares, vizinhos. Este troca-troca de biscoitos é uma verdadeira tradição por aqui, e na minha opinião não poderia haver presente melhor do que uma coisa feita em casa e com carinho - ok, talvez um MacBook novinho seja um presente melhor, mas biscoitos caseiros ficam looogo atrás.

O problema é não cair na repetição, já que todo mundo está fazendo os mesmos biscoitos tradicionais desta época. Nada contra tradição, mas queria inovar um pouco e daí veio a idéia de fazer alfajores. Só para complicar, decidi fazer os meus com cobertura de chocolate amargo, ao invés dos tradicionais que são apenas cobertos com açúcar de confeiteiro.


O alfajor é composto basicamente por dois biscoitos recheados com doce de leite. Para o doce de leite usei a velha técnica de cozinhar a lata de leite condensado por algumas horas (mais especificamente três horas para um doce de leite escuro e mais denso, que era o que eu queria). Para o biscoito segui mais ou menos a receita que eu tinha visto o Matt (do blog Matt Bites) fazer no programa da Martha Stewart, mas encontrei alguns problemas sobre os quais falarei logo após a receita.


Ingredientes:
1 e 1/4 xícaras de açúcar
3/4 de xícara de manteiga sem sal em temperatura ambiente
2 ovos
3 xícaras de farinha de trigo (uso uma orgânica não-embranquecida)
1 colher de chá de sal
2 colheres de chá de fermento em pó
1 xícara de leite
1 colher de chá de extrato de baunilha

Numa batedeira, bata o açúcar, manteiga e ovos até ficar cremoso. Coloque a farinha, sal e fermento e mexa com uma espátula. Por fim, coloque o leite e o extrato de baunilha e bata até incorporar tudo. Coloque a massa em colheradas sobre uma assadeira forrada com papel manteiga e asse por 10-14 minutos, até que comecem a dourar. Os biscoitos vão ter aparência bem mole ainda, mas endurecem ao esfriar.

Agora vamos aos problemas: apesar do sabor e da textura ter agradado, o fato da massa dos biscoitos ser mole faz com que você não consiga biscoitos de tamanho uniforme - o que, pelo menos na última vez que chequei, era um fator importante se você pretende fazer sanduíches com estes biscoitos. Além de ficar com biscoitos de tamanhos diferentes, achei que os meus cresceram demais e fizeram os alfajores massudos, ou seja, muito biscoito para pouco doce de leite, e olha que eu caprichei na dose do doce de leite.


Da próxima vez vou tentar uma receita de biscoitos amanteigados tradicionais (shortbread), desses que você enrola da finura desejada e corta do tamanho desejado. Porque tentar casar biscoitos de tamanhos diferentes e fazer com que os mesmos fiquem em pé para receber o doce de leite não foi nada fácil (eu cheguei a cortar alguns biscoitos com um cortador para tentar reduzi-los a um tamanho padrão, mas vi que isto daria muito trabalho e desisti na metade). Depois peguei um saco plástico, coloquei o doce de leite (que estava na geladeira para ficar bem consistente), cortei a pontinha do saco e coloquei uma camada sobre metade dos biscoitos. Depois fechei os sanduíches e os coloquei na geladeira para firmar um pouco mais.

Quando chegou a hora de cobrir com o chocolate derretido os biscoitos de cima tinham escorregado, alguns tinham até virado, muito doce de leite foi parar na bandeja, foi uma bagunça. Falando sobre o chocolate, tudo o que fiz foi derreter umas 200 gramas de chocolate meio-amargo no microondas e mergulhar os sanduíches nele com a ajuda de dois garfos. Depois voltei os biscoitos para a geladeira por mais umas duas horas até o chocolate endurecer.


Mesmo com toda a confusão dos biscoitos, que resultaram em alfajores mais rústicos do que eu gostaria, os mesmos fizeram sucesso por onde passaram - que foi, basicamente, pelo escritório onde trabalha meu marido, já que minha profissão é solitária e a maioria dos nossos amigos estava fora da cidade. Sobraram tantos biscoitos que eu pensei em distribuir para estranhos na rua - pensando bem, eu devia ter feito isso mesmo, porque ficar com essas belezinhas em casa não foi nada produtivo para a minha cintura...

5 comentários:

Fred Rodrigues disse...

Como diria Homer Simpsons - Ahhhhh...Alfajores!!!

Ou como diria Sr. Bruns - Excelente!

A dona da cozinha disse...

ahhahaa, eu já ia falar para vc usar cortadores, mas tudo bem, dá uma trabalheira danada, mas o resultado anima!!eles estão com uma carinha...mas me mate uma curiosidade: qual a quantidade de água na panela de pressão?aiii, um medo de explodir tudo!!me explica..
b-joo
Paula

Ludmila Carvalho disse...

Oi Paula, você tem que usar quantidade suficiente de água para cobrir a lata de leite condensado durante todo o tempo do cozimento. O perigo de explodir só existe mesmo se a lata não estiver propriamente submersa. Como eu não tenho panela de pressão, cozinho na panela normal, destampada, e olho de meia em meia hora se precisa colocar mais água. Já fiz doce de leite desta maneira incontáveis vezes e nunca tive um problema. Boa sorte!
Beijocas,
Lud

Camila Novais disse...

Ave Maria, Jesus...

Fiquei com água na boca... Que delícia...

Parabéns, Ludmila, sua cozinha tá cada vez mais bacana, de verdade!

Beijos.

danilo disse...

Olha só, se eu soubesse, tinha passado na sua casa para pegar alguns. Hehehehe. Parecem deliciosos. Parabéns. Danilo.