terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Creme de cogumelos

Depois que eu passei a incluir cogumelos no meu cardápio, as receitas com os mesmos começaram a apontar por todos os lados. Não é isso o que dizem que acontece com a mulher que, quando engravida, passa a ver outras grávidas e bebês em todos os cantos? Naturalmente, tudo é perspectiva - cogumelos e grávidas já estão no mundo, é só uma questão de escolher prestar atenção neles.

Pois bem, nesta minha nova perspectiva sobre os cogumelos, havia uma receita que provaria de uma vez por todas meu recém-adquirido gosto pelos fungos, uma pièce de resistance por assim dizer: o creme de cogumelos. Sim, porque trata-se de cogumelos em sua mais potente e gloriosa forma, no papel principal e sem muitos coadjuvantes para alterar o sabor. A base foi uma receita do site Epicurious, mas tive que fazer tantas adapatações que terminou virando outra coisa.


Creme de cogumelos

- 5 xícaras de caldo de frango
- 400g de cogumelos crimini frescos
- 100g de cogumelos shiitake frescos
- uma cebola média cortada em pedaços
- dois dentes de alho cortados em pedaços
- duas colheres de sopa de manteiga
- 1/4 de xícara de vinho branco
- 1/4 de xícara de creme de leite fresco
- uma colher de chá de tomilho (usei seco mas o fresco é o ideal)

Para começar, coloquei o caldo de frango para esquentar numa panela e juntei a ele os talos dos cogumelos crimini. Cortei os cogumelos em pedaços e levei a uma outra panela com a manteiga, a cebola e o alho. Quando os cogumelos estavam macios e dourados, juntei o tomilho e o vinho. Deixei o vinho evaporar um pouco, depois juntei o caldo de galinha (com os talos dos cogumelos removidos). Deixei cozinhar em fogo baixo por uns vinte minutos, depois bati tudo com o mixer de imersão até virar um creme o mais homogêneo possível. Provei, acertei o sal e a pimenta e coloquei o creme de leite.

Gostei bastante dessa sopa, apesar de tê-la achado um pouco pesada. O sabor dos cogumelos é forte e earthy, mas a textura do creme é inesperadamente delicada - eu, que ainda não me acostumei muito com a textura dos cogumelos frescos, adorei essa parte, mas fique à vontade para deixar os cogumelos em pedaços se preferir. Da próxima vez vou tentar também substituir o creme de leite por leite evaporado ou leite integral para ver se obtenho um resultado mais leve.

Um comentário:

A dona da cozinha disse...

Queridíssima, quanto tempo!!!
que inveja de vc com suas sopas, caldos e comidas substanciosas!!aqui tá um calor de fritar os miolos e os meus não conseguem pensar em nada mais leve!!estou me debruçando em livros de saladas mas nada me anima!! [papo de gordinha e gulosa hahaha]
b-jokas, Paula