quinta-feira, 13 de março de 2008

A China de Kylie Kwong







Foi amor à primeira vista. Quando eu bati os olhos no livro "My China", de Kylie Kwong, sabia que ele seria meu. Folheando, ainda na livraria, me encantei com as fotos maravilhosas dos mesmos lugares por onde passei na China, retratos do mercado de rua de Yangshuo, do famoso pato em Pequim, dos dumplings que fazem fila em Shanghai, do chá verde à beira do rio de Hangzhou, das cores, dos contrastes, dos sabores dessa viagem que, apesar de recente, já está me dando saudades.

Em casa, lendo com mais calma, me dou conta de que este é um livro mais de histórias do que de receitas. Sim, as receitas estão lá, mas são menos de cem para um livro de quase 600 páginas. O principal é o relato da viagem de Kwong, uma chef e autora famosa que vive na Austrália mas cuja família ancestral é chinesa. Kylie é a 29a geração de uma das famílias mais tradicionais da província de Guandong, e nesta "volta para casa" ela aprende muito sobre a origem do seu povo, o que, segundo ela, mudou sua vida.

Mas "My China" também é um relato de viagem pela China, pois Kwong, que não fala Mandarim ou Cantonês, visitou também o Lhasa, Beijing, a lindíssima província de Guangzhou, Shanghai e Hong Kong, comeu, cozinhou, se perdeu, conheceu gente e riu muito. Eu também passei por muitos destes lugares e, apesar de ainda não ter lido ainda todas as histórias, já me identifiquei com muito da estranheza e estupefação que ela diz ter experimentado. A China não é um outro país, ela é um outro planeta!

4 comentários:

laila disse...

o livro nao vi por aqui, mas o programa dela é brabaro! exatamente como vc diz do livro, mais relatos q receitas...ms mto aprendizado!!! o maximo! e q linda a contracapa! bjs

Fabrícia disse...

Esse livro realmente é demais.....
Ontem fui a reunião na cesta.....começo em junho....amei a fazendeira....demais. É do lado de casa o ponto de entrega...bom demais.
Bjcas para ti.

Ludmila Carvalho disse...

Fabrícia, também achei uma fazenda que entrega pertinho aqui de casa. Que felicidade, né!! Agora só temos que esperar até junho...
Beijos
Lud

Marcia disse...

Não sei como cheguei aqui, mas gostei muito. Espero uma visita.