sexta-feira, 21 de março de 2008

Um perfeito espaguete carbonara

Eu não sou muito fã de bacon, mas confesso que há dias em que desejo um espaguete carbonara e nenhuma outra coisa me fará feliz. É raro, verdade, mas nesses dias Luiz se acaba, pois carbonara é um de seus pratos preferidos. Sempre que experimentamos um restaurante italiano diferente ele pede este prato, é sua medida de qualidade para saber se o lugar é bom mesmo. Lembro de uma vez que fomos comer num restaurante metido à besta perto do jornal onde eu trabalhava em Salvador, e o carbonara dele veio literalmente espaguete misturado com ovo mexido. Até hoje me arrependo loucamente de não ter mandado voltar o prato e dado um escândalo - um restaurante caríssimo (e sem motivo para tal) que não sabe preparar um dos molhos mais básicos, faça-me o favor! Se naquela época eu soubesse como é simples o molho carbonara, tinha era jogado o prato de ovo-mexido-com-espaguete no chão e rodado a baiana.

Mas então, contando até dez e retomando a calma, hoje em dia eu sei que o perfeito carbonara é mais fácil de fazer do que muita gente pensa. O segredo está 1) na qualidade dos ingredientes, e 2) na paciência de misturar o molho fora do fogo. Não me admira que muitos restaurantes não consigam servir um carbonara decente, pois cozinha de restaurante é um lugar onde estes dois segredos não são fáceis de serem seguidos. Por outro lado, é um prato ideal para ser feito em casa, onde você controla a qualidade dos ingredientes (e de sal e gordura que vai no seu prato, pois definitivamente não é um molho leve), além de ser rapidinho e envolver quase zero esforço.


Espaguete carbonara
(Receita insipirada no livro Jamie at Home, de Jamie Oliver)

- Um pacote de macarrão (para esta receita o Jamie Oliver recomenda penne, o que faz mais sentido com a abobrinha, mas eu não tinha e usei um espaguete integral)
- Algumas fatias de bacon ou pancetta
- Duas abobrinhas médias
- Aprox. meia xícara de creme de leite fresco
- Aprox. meia xícara de parmesão ralado na hora
- Quatro gemas de ovo da galinha feliz (calcule uma gema por pessoa)
- Sal e pimenta do reino à gosto

Não é nada tradicional, mas eu adorei o fato do Jamie Oliver colocar abobrinhas no carbonara, achei que ficou excelente. Penso que com ervilhas também deve ficar muito bom. Ele cortou as abobrinhas dele na diagonal para ficar do mesmo tamanho do penne (por isso que eu disse que o penne fazia mais sentido nessa receita), eu cortei em pedaços meio atrapalhados mesmo. Bem, depois de cortar as abobrinhas e o bacon em pedaços, você faz o molho misturando as gemas, o creme de leite e o parmesão numa vasilha. Misture bem, tempere com sal (pouco) e pimenta (muito) e reserve. As medidas que eu dei são aproximadas, pois este molho não depende de medidas exatas. O importante é usar uma gema por pessoa e quantidades iguais de creme de leite e de parmesão.

Coloque o macarrão para cozinhar. Enquanto isso, numa frigideira grande, coloque o bacon para fritar até ficar dourado. Se ele soltar muita gordura, jogue o excesso fora e depois coloque as abobrinhas na frigideira e doure-as também. A esta altura o macarrão deve estar pronto - tire-o direto da água para a frigideira com o bacon e as abobrinhas e misture bem. Depois tire do fogo, espere uns segundinhos e só então misture o molho cremoso, mexendo bastante até o molho cobrir cada fio do macarrão. Se precisar, use um pouco da água de cozimento do macarrão para afinar o molho. Sirva imediatamente.

2 comentários:

Fábio Bito Caraciolo disse...

Lud, cunhadinha... tenho tentado fazer algumas receitas aqui em casa... tudo de macarrão pq é mais fácil e rápido (nos raros momentos em que almoçamos e jantamos em casa, temos pouco mais de 1 hora para comer).
Aprendi a fazer um penne na panela de pressão e ficou até bom. Vanessa aprovou... mas mulher apaixonada é suspeito, né? eheheh
Vou tentar fazer esse carbonara hj, quando chegar do plantão... será que vai prestar? Juro que dessa vez eu registro tudo direitinho e coloco no blog!
Beijo enorme... saudade de vcs...

Botinho disse...

Oi. Também adoro carbonara. Veja no meu blog um Carbonara Light também inspirado no Jaime Oliver.
Vou colocar o seu link lá.
Bjs