terça-feira, 27 de novembro de 2007

Em Hong Kong é outra história

Bem, Hong Kong era o destino principal (e final) dessa minha viagem à China, já que o cineasta que eu estudo é de lá e eu queria mesmo era sentir o clima deste lugar que há muito me intriga. As diferenças entre a China continental e a ex-colônia britânica são visíveis, mas também há muitas semelhanças e eu tive aquele sentimento de estar num lugar que mistura mesmo, naturalmente (e até harmoniosamente, quem diria), ocidente e oriente.

Uma das principais expressões dessa mistura está na cozinha. Em nenhum outro lugar da Ásia (tirando Tóquio, talvez) encontra-se tanta influência da culinária mundial misturada à comida local. E haja variedade: tem muito restaurante indiano e paquistanês (a população imigrante é grande), tailandês, italiano, japonês, mexicano, churrascaira brasileira e o escambau. E os restaurantes, embora muito mais caros do que na China, são dignos de colocar Hong Kong em qualquer atlas gourmet.

Em meio à tanta oferta, até que nós tentamos comer algum prato típico da região, mas depois de quase um mês o estômago estava mesmo era implorando por sabores mais, digamos, mediterrâneos. Os preços altíssimos também nos forçaram a fazer menos refeições em restaurantes e ceder ocasionalmente, mas cheios de culpa, às redes multinacionais de hambúrgueres gordurosos e aos noodles instantâneos.

Abaixo seguem registros fotográficos de alguns momentos gastronômicos de Hong Kong.

Restaurante indiano vegetariano em Kowloon

Lojinha orgânica no Soho, Hong Kong island

Frango com molho de tomate e mel no restaurante nepalês

Restaurante especializado em salmão em Kowloon

Legítima pizza italiana

Um comentário:

fezoca disse...

que viagem fantastica! :-)

um beijo,