quinta-feira, 7 de agosto de 2008

Na cesta orgânica dessa semana



Veio alface, kohlrabi, brócolis, couve-flor, tomate, pepino, beterrabas, couve, cebolinhas, abobrinha disco-voador e mais uma ultra-mega-abobrinha-gigante. Agora tenho que comer tudo isso!

Clique aqui para ler o que eu já escrevi sobre a cesta orgânica.

5 comentários:

Anônimo disse...

MUITO LINDOS E CERTAMENTE, APETITOSOS..........BEIJOS, ZAIDE

Anônimo disse...

Lud,

Acompanho o seu blog e realmente essa idéia da cesta é muito boa. Pena que aqui no RJ ainda não temos este tipo de serviço (pelo menos não na capital).

Enfim, bateu uma super curiosidade quanto ao conteúdo da cesta semanal... Você tem direito a escolher os produtos que você quer receber? Sabe, aqueles que você mais usa ou gosta. E as quantidades?

Só para entender um pouqinho como as coisas acontecem...

Bjs e parabéns pelo blog.

Cláudinha.

Mari Rezende disse...

Ludmila, eu fico fascinada quando ouço falar nessa cesta semanal de orgânicos... Como a colega acima, fico chateada por não termos esse tipo de serviço em muitos locais do Brasil! Uma pena mesmo...
Adorei os "discos voadores", hehehe... Ah, e ri muito com a sua história com o bolo de banana! Ao contrário de você, eu sou apaixonada por elas...
Beijinhos

Ludmila Carvalho disse...

Claudinha,

Como eu já escrevi muito sobre a minha descoberta da cesta orgânica em posts anteriores não quis repetir toda a história nesse, mas como você perguntou fico contente em retomar o assunto.

Essa cesta faz parte do que se chama CSA (community supported agriculture), ou agricultura sustentada pela comunidade. Trata-se de um contrato que o cliente assina diretamente com o fazendeiro de sua escolha para receber semanalmente legumes e verduras orgânicos direto da fazenda. Essa iniciativa tem basicamente dois objetivos principais: acabar com o intermédio do supermercado e favorcer a agricultura local, quer dizer, de fazendas da sua região, o que acaba com o malefício que o transporte faz às verduras e legumes.

Geralmente o CSA funciona assim: você escolhe uma fazenda que tenha um ponto de entrega perto da sua casa e paga por temporada (aqui no Canadá, como o inverno é muito rigoroso e termina com as plantações, a temporada vai de junho a novembro). Daí você vai toda semana buscar uma cesta como esta da foto e não, você nunca sabe o que vai vir na cesta. Faz parte da iniciativa que você tenha o que foi produzido de melhor naquela semana, dessa maneira você favorece os legumes da estação e de quebra fica conhecendo alguns legumes novos.

Eu descobri essa iniciativa por intermédio da Fer do Chucrute com Salsicha, fui atrás e descobri uma fazenda que entrega perto da minha casa aqui em Montréal. Além de todos os benefícios listados acima, ainda é econômico, porque eu pago 20 dólares por semana por todos os legumes que você vê na foto - se eu fosse comprar isso na feira ou no mercado sairia bem mais caro.

Como eu falei para a Mari em outro post, vale a pena procurar bem para ver se na sua cidade não tem mesmo essa iniciativa. Já me falaram que em São Paulo e em Salvador tem esse serviço, é que às vezes essas coisas são pouco divulgadas mesmo. Se não tiver, aconselho sempre a você comprar os legumes e verduras na feira ao invés do supermercado, dessa maneira você tem um produto de melhor qualidade e interage diretamente com quem plantou o que você vai comer.

Se quiser saber mais sobre a cesta orgânica, dê uma olhada na tag "orgânico e sustentável" no lado direito aqui do blog, e dê uma passadinha no blog Chucrute com Salsicha (tem o link dele na lista de links também do lado direito do blog).

Beijo grande,
Lud

sergio disse...

Ludmila,
Parabens pela iniciativa de consumir organicos.
Sou um produtor organico certificado de Paty do Alferes (região serrana do estado do Rio de Janeiro) e junto com mais 4 produtores tambem certificados estamos entregando cestas organicas,no Rio,exatamente da maneira que voce cita em seu blog.
Gostaria, se possível, de divulgar nosso e-mail para pessoas como a Claudinha e a Mari Rezende que fizeram comentários recentemente.

patyorganico@hotmail.com ou

sergiopoppe@gmail.com

Abraços,
Sergio