domingo, 29 de julho de 2007

Tiramisu

Tiramisu é uma das sobremesas que não envolve chocolate (pelo menos a receita original) que eu mais gosto. Entretanto, quase sempre que eu peço em restaurantes, mesmo italianos, fico desapontada. Às vezes vem aquela porçãozinha mixuruca, às vezes eles substituem o queijo mascarpone por algo não-identificável, às vezes não se sente mesmo o gosto dos ingredientes. Acho que a maioria tenta economizar, pois os ingredientes são de fato caros, mas isso altera enormemente o resultado. Então, depois que compramos uma panelinha de fazer café espresso, resolvi enfrentar o problema com minhas próprias mãos. Não surpreendentemente, descobri que o melhor tiramisu é o feito em casa - sem economia, sem substituições, não tem erro.

Os ingredientes são (para 6 pessoas, ou 4 devoradoras de doces):

- 6 gemas
- 3 colheres de sopa de açúcar
- 2 xícaras de café espresso, frio
- 2 colheres de sopa de rum *
- um pacote de biscoitos italianos Ladyfingers (ou os nossos Champagne)
- 500g de queijo mascarpone **
- cacau em pó para decorar

As observações:

* A receita original pedia 2 colheres de café de rum, usei 2 colheres de sopa por engano (hohoho!!!) e ficou muito bom. No entanto, se for servir para crianças é melhor deixar de fora.

** O mascarpone é um queijo cremoso italiano usado em muitos doces. Não é muito fácil de achar, tampouco barato, mas é insubstituível nessa receita. Quer dizer, há quem diga que é possível substituir por ricota ou queijo cottage, mas eu tenho lá minhas dúvidas.

O preparo:

Primeiro, faz-se um creme chamado zabaglione. Na batedeira, bata as gemas com o açúcar até ficar pálido e cremoso, entre 5 e 10 minutos. Adicione o mascarpone de uma vez e bata de novo até incorporar. Adicione uma colher do café frio e mexa de novo.


Misture o rum e o restante do café numa vasilha rasa que dê para megulhar os biscoitos. Mergulhe cada biscoito no café até absorver um pouco do líquido, mas não demais senão o biscoito desmancha. É coisa rápida mesmo, 5 segundos. Pegue um refratário fundo e vá colocando uma camada dos biscoitos. Depois, uma camada do creme, outra de biscoitos e o restante do creme. Cubra com papel filme e leve à geladeira por no mínimo 2 horas antes de servir. Na hora de servir, polvilhe o cacau em pó por cima. Lascas de chocolate meio amargo também ficam bem.


Em tempo: "tiramisu" em italiano significa "pick-me up" - não encontrei tradução em português, mas é algo como "me acorde", pois leva dois ingredientes ricos em cafeína, o cacau e o café, além do rum (e algumas receitas ainda pedem vinho Marsala!). É uma dose energética das boas, além de delicioso.

10 comentários:

Pati De Nair disse...

Lud, noossa que receita magnífica!Bom, pelos biscoitos champange, as camadas e a geladeira é difícil não associar oa velho e bom pavê, só que numa versão pra lá de chique. Em breve será devidamente plagiada por mim. rsrs Parabéns!

Agdah disse...

Menina, eu nunca comi o verdadeiro, mas o tiramissu daqui também varia muito de lugar para lugar. Nào sei no Canadá mas o problema aqui, eu creio, não é tanto o custo pois o mascarpone é vendido a preços relativamente razoáveis e é fácil de encontrar. O negócio é que com 453 calorias em cada 100 gramas, altíssimo teor de gordura 47% e baixíssimo valor proteíco, ele não anda muito bem visto e daí as substituições.

fezoca disse...

concordo! o unico tiramissu bom que comi foi o feito em casa por uma italiana de Potenza de quem fiquei muito amiga nos meus anos no Canada. pedir tiramissu em restaurante italiano mediano aqui na America eh fria. a nao ser que voce vah num upper-scale, mas eu nunca tentei.

Ludmila Carvalho disse...

Pati, realmente é uma espécie de pavê italiano, mas muito gostoso mesmo, se jogue!

Agdá, nem me fale nas calorias mascarpônicas porque já comi umas três fatias enooormes :-) Li em algum canto que uma porção tem tantas calorias quanto um Bic Mac, mas ei, eu troco um Bic Mac por um pedação de tiramisu sem pestanejar!

pucca disse...

Ola! Desculpe a invasão...
Chamo-me cátia e sou portuguesa.
Tiramisu é uma das minhas sobremesas favoritas. Mas concordo que é muito raro encontrar algum de qualidade. O ultimo que comi, numa pizzaria, nao tinha sabor nenhum. E ao contrario do que é normal serviram uma fatia tão grande que nao consegui chegar a metade... O que é de mais tambem nao presta... =S
Peguei a receita e vou experimentar fazer para ver como fica... Obrigada ;-)
Bjuh*

Anônimo disse...

Quando se tem um blog, se tem uma responsabilidade, assim que voce deveria se informar melhor para escrever sobre o Tiramisu, uma receita que traduz a cultura italiana atraves da culinaria, sem o seu significado que nao e o postado acima e algumas particularidades... Aconselho reformular a postagem acima.
Mamma mia!

Ludmila Carvalho disse...

Caro leitor anônimo, estou ciente da minha responsabilidade enquanto autora deste blog, e defendo o que escrevi. Afinal, não fiz nenhuma afirmação sobre a cultura italiana - ao menos nada do que já seja amplamente conhecido de todos, de maneira que não vejo motivo para reformulação do post. Você poderia me indicar com clareza o que considera inapropriado? Mas, por favor, mande para o meu e-mail pessoal, e identifique-se desta vez, porque quem acusa também tem suas responsabilidades.

douglas disse...

Comi um bom tiramissú na Taverna Trilussa, um excelente restaurante no bairro de Trastevere em Roma, onde é feito na hora e com o verdadeiro mascarpone. Mas o melhor de todos foi em Fortaleza (Ceará) numa patisserie que tem na beira mar. Fantástico. Ludmila, vou tentar fazer o seu.

Amanda disse...

Fiz a receita hoje e ficou ótima, mas uma outra dica é bater as claras em neve (as que sobraram das gemas) e incorporar no creme. Isso o deixa mais firme e mais leve.

lbarbosa disse...

Adoro tiramisù e todos os seus ingredientes (é daquelas sobremesas que sente-se as "camadas" de sabores). Há anos conversei com uma confeiteira italiana que me deu as seguintes traduções:
- escolha-me
- levanta-me
- faça-me feliz
- faça o meu dia (make my day)
- escolha-me e faça-me feliz

Tira mi sù = me puxa para cima, levante-me (para cima)

Espero ter colaborado.
Luiz Barbosa, S Paulo, SP