quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Brunch de bebê


Faltando agora poucas semanas para o nascimento do bebê, convidei alguns amigos para comemorar com um brunch cujo cardápio foi todo planejado em torno das comidas que mais comi e/ou desejei durante a gravidez. Adoraria dizer que a ideia foi minha, mas na verdade li em algum lugar na internet que já não me recordo mais (eu pensava que essa história de grávidas que ficavam esquecidas e atrapalhadas era lenda, mas é a mais pura verdade).

Que sorte dos meus amigos que eu não desejei comer picles com sorvete, hein! Na verdade, eu mudei muito pouco do meu cardápio cotidiano, assim como mudei pouco dos meus hábitos de comprar e cozinhar. Não tive nenhuma ojeriza inexplicável a nenhum alimento que me impedisse de fazer o que sempre fiz, felizmente. Tive, sim, muita vontade de comer frutas, tomates e coisas geladas, especialmente sorvete. Juntei o tema da festa à ideia do cardápio e servi os seguintes pratos:


Palitinhos de frutas - uvas, mangas, morangos e melões cortados em pedacinhos e empilhados num palitinho de bambu. Comi muitas destas frutas nos últimos meses, especialmente os morangos que estavam na época e bem suculentos e saborosos. A concepção dos palitinhos foi do meu marido, que ajudou também na montagem. Meu sobrinho de doze anos resumiu bem: "é como uma salada de frutas numa mordida!". Era exatamente essa a ideia.


Salada cobb - incidentalmente, terminei comendo muitos abacates recentemente. Minha irmã me trouxe alguns da Chapada Diamantina que estavam ótimos, assim como os que comprei na barraca de orgânicos da Ceasa. Preparei esta salada cobb com vinagrete de bacon exatamente como na receita publicada no post anterior.


Mini quiches de aspargos com brie - Sim, eu sei que os aspargos não são produzidos localmente, não estão na época e são caríssimos, mas quem vai contrariar os desejos de uma grávida? Lembro-me de ter acordado no meio da noite pensando em comer aspargos, tamanha foi a vontade. Então chutei o balde e comprei aspargos peruanos, fora de época e caríssimos e, para falar a verdade, deliciosos. Receita da minha massa de quiche aqui.


Bruschettas de tomate - outro desejo muito forte foi o de comer tomates, de qualquer jeito, a qualquer hora, em molho para macarrão, em salada, no sanduíche. Mantive as coisas simples com esta bruschetta: apenas tomates cortados em cubinhos e temperados com bastante sal, pimenta do reino, manjericão, azeite de oliva honesto e umas gotas de vinagre de vinho tinto. O segredo está em deixar os tomates pegarem o gosto por algumas horas antes de colocar sobre o pão tostado e servir.

Além disso, fiz alguns pratos coringas que já apareceram por aqui antes: torta de palmito e biscottis de parmesão e pimenta. Além, é claro, de algumas coisas compradas prontas, porque ninguém é de ferro: pães, frios e geleias. De sobremesa, também fui tradicional: fiz um cheesecake com calda de morango e um pudim de café, apenas trocando o café comum pelo descafeinado. Uma das poucas coisas de que abri mão totalmente durante a gravidez, além das bebidas alcoólicas, é claro, foi a cafeina. Ainda bem que os cafés descafeinados estão cada vez melhores e sem processos ou aditivos químicos.


Para as lembrancinhas, fiz uma pequena brincadeira em homenagem àquele que inspirou o nome do meu filho: madeleines de [Marcel] Proust. A receita também já passou por aqui.

6 comentários:

Simples Assim disse...

Oi Ludmila,
QUe prévia linda para receber o bebê!
Que ele venha com muita saúde e traga muita alegrias para voces.
Bj,
Lylia

Bruna do Gourmandisme disse...

Que lindo!! Adorei! beijos

YES we Cooking disse...

Que fofos! Adorei as lembrancinhas para as visitas, muito fofo!! Beijos, Cecilia

Daniela Henning disse...

Lud,
Além de obscura colega de faculdade (idosa, turma de entrada 97.2), sou leitora voraz desde o Canadá. fui colega também do Luiz, e acompanhei as peripécias de cozinha e vida pelas bandas de lá.
estou felicíssima, de um jeito anônimo e platônico, pela chegada do Marcel e por como isso nos deixa melhores. Palavra de quem tem uma filha de seis anos que não sabe se quer ser miss Brasil ou coelhinha da Playboy (juro!).
O blog é de comida (e referência de receitas), mas nos atualize da chegada do pequeno, que eu tenho certeza, vem pra fazer desse mundo um lugar melhor.
Um grande beijo, e nunca deixe ninguém dizer que filho dá trabalho demais. Dá, mas é MUITO menos do que a gente tinha imaginado.
sorte desse menino que escolheu você e o Luiz como companheiros de caminhada.

Beijo, beijo,
Dani Henning

Ludmila Carvalho disse...

Dani, não tenho nem como agradecer pelas palavras carinhosas. Fiquei muito emocionada. É tão bom receber conselhos positivos!! Vou colocar notícias do pequeno sim, pode deixar.
Beijos, Lud (Luiz manda beijos também)

Anônimo disse...

Convite: Ação de comunicação em teu BLOG
Olá, boa tarde! A Anexo é uma agência de comunicação especializada em gastronomia e estamos levantando blogs do setor para uma ação de marketing de um de nossos clientes. Para isso, gostaríamos de saber se você tem interesse em participar e se poderia nos enviar teu e-mail para trocarmos mais informações. Obrigada, Priscila Sabará (priscila.sabara@anexocom.com.br)